quarta-feira, 7 de fevereiro de 2007

VAMOS LÁ SER SINCEROS...

  1. Alguém que você ama profundamente foi brutalmente assassinado e você sabe quem é o assasssino, que infelizmente foi absolvido do crime. Procuraria vingança?
  2. Uma pessoa que lhe é muito próxima está a sofrer, paralisada e irá morrer dentro de um mês. Implora-lhe que lhe dê veneno para que possa morrer. Dar-lhe-ia? E se fosse o seu pai?


48 comentários:

elsa nyny disse...

Olá!!!
Perguntas muito fortes para esta hora da noite!!!
È a minha evaziva...faço-te outra pergunta...
E quem conseguiria ficar indiferente ao que nos perguntas????

Muita força pa ti!
:))

Francis disse...

ora bem, para mim é muito claro.

vingava-me.

cometia eutanásia.

não tenho qualquer duvida.

asdrubal tudo bem disse...

fds que raio de depressão. Sim , sim e sim.

[sara] disse...

Yep! To all!

Avusa disse...

desculpa, o sim parece muito evidente a frio, mas não sei o que faria a quente…

Crystalzinho disse...

Elsa, são perguntas muito fortes para qualquer hora do dia e de muito dificil resposta.
Mas não fujas e diz-nos o que achas que farias... o que achas! porque do que nós pensamos que fariamos ao que realmente decidiriamos perante as situações, pode ir uma grande diferença!
Indiferente?? Indiferente, ninguém ficaria.
Sabes que eu própria tenho estado a pensar sobre o assunto para conseguir vir dar a minha sincera opinião.
Bjs

Crystalzinho disse...

Francis, eu acho que também me vingaria.
Faria tudo para fazer essa pessoa sofrer, embora esta não seja uma atitude nada cristã.
Mas será que existe alguém que consiga ter uma atitude cristã nestas situações?
Essa é a minha grande dúvida!!

Quanto à eutanásia é um tema que não me provoca repulsa, acho que na generalidade sou a favor mas não gostaria de ter de tomar essa decisão relativamente a alguém que me é muito querido.
Nunca seria capaz de ser eu a dar a injecção ou os comprimidos finais mas seria capaz de dar a ordem para desligarem a máquina.
Bjs

Crystalzinho disse...

Asdrubal, a maior parte dos temas que fazem parte da nossa vida são depressivos... que havemos de fazer!!
É meter as mãos nos bolsos, assobiar baixinho e ver se a má onda passa...
Bjs

Crystalzinho disse...

Sara, parece que a maioria seguiria o mesmo caminho...
Bjs

Crystalzinho disse...

Avusa, concordo contigo. A quente também é a minha resposta mas na situação, será que era capaz??

Mas sei responder o que gostava que fizessem se fosse eu a vitima:
- Não gostaria que ninguém se vingasse por minha causa, ficava mais feliz (onde quer que estivesse) que deixassem a justiça seguir o seu caminho;
- Agradecia que me deixassem partir sem sofrimento. Tenho pavor ao dia em que para viver esteja dependente de todos os que me rodeiam ou de máquinas, por isso, se esse dia chegar, que alguém tenha coragem de ser caridoso e me deixar ir.
Bjs

Sem sono como sempre disse...

A vida ensinou-me que não se deve dizer, se fosse eu fazia isto, ou aquilo!

Beijos

marta disse...

São assuntos que já me pronunciei, tanto em comentários como em posts.
1ª- Sou contra a pena de morte. Se alguém matasse brutalmente um filho ou um neto meu, e penso que só nestes dois casos, tentaris matar o assassino fosse ele ou não condenado.
2ª- Só daria tendo a certeza que não seria presa. Aqui sou bem mais egoista.
Bjs

noivo disse...

lá estás tu a fazer perguntas difíceis:)
Não te sei responder. sinceramente não sei mesmo.....

Nanny disse...

Pois, perguntas difíceis, mas a vida não é fácil..

Sim e Sim
(não sei se conseguiria matar, mas... ía tentar pelo menos!)

Crystalzinho disse...

Sem sono, a mim também!! Quando digo "eu não faria isso", logo a seguir estou a fazê-lo!!
Por isso fiz a ressalva "é o que julgo que faria e perante a situação poderia não fazer".
Bjs

Crystalzinho disse...

Marta, pois é!! Eu também sou contra a pena de morte mas quando a vitima é alguém que amamos, perdemos a cabeça e com ela os escrúpulos, não é?
Bjs

Crystalzinho disse...

Noivo, e lá estás tu a não responder às minhas perguntas difíceis!!
Sabes como são as mulheres! Complicadas nas perguntas e exigentes nas respostas!!!
Bjs

Crystalzinho disse...

Nanny, fica a intenção!
Bjs

ci disse...

sim procuraria vingança...porque seria mais forte do que eu...
e sim era capaz de praticar eutanasia numa pessoa muito próxima que sofresse diariamente...

beijinhos da ci

Crystalzinho disse...

Ci, somos todos tão parecidos a nível de sentimentos, já viste?? Quase todos teriamos, a quente, a mesma reação.
Bjs

LB disse...

Nestas duas questões responderia sim e não, respectivamente.

Beijinho

SAM disse...

Sim para ambas! Na 1ª Procurava a vingança, com um alicate e um maçarico, durante 3 dias haveria de sofrer tanto que até a "Paixão de Cristo" ia parecer um piquenique no campo!
Na segunda é Sim obviamente, tens pena e matas um cão ou um cavalo que gostes se o vês a sofrer e não fazes o mesmo a um humano? que raio de humanidade é essa?

Bom fim de semana! beijo!

Fallen Angel disse...

Sim...

A ambas...

Bom fim de semana. Beijo.

cris disse...

Eu propria cometer o crime de matar o assassino da pessoa que eu amava não iria aliviar a minha dor nem um pouco... por isso a resposta seria não. Mesmo que num primeiro momento o instinto dissesse o contrário. Penso que é a necessidade de muitas vezes as pessoas fazerem justiça pela próprias mãos que leva a que se cometam tantas loucuras capazes de destruir e virar completamente do avesso tantas vidas...

Quanto à segunda pergunta parece-me ainda mais complexa... Mas o que sinto no meu íntimo é que muita coisa pode ser retirada do sofrimento... Por isso a minha resposta julgo que seria não também. Além do mais, quem sou eu para decidir se alguém deve viver ou morrer?

Beijinho grande :o)

Crystalzinho disse...

Ib, obrigada pela tua participação.
Bom fim de semana

Crystalzinho disse...

Sam!! Até fiquei com pena do criminoso!! Tem lá calma contigo que ainda te dou uma injecção letal!!
Bjs

Crystalzinho disse...

Cris, não eras tu que decidias teria sido a própria pessoa a pedir... mas acho que é uma situação muito difícil seja como for.
Beijinhos e bom fim de semana

noivo disse...

e eu não sei??? mas são tb curiosas:)

Pontos_nos_psis disse...

Crystalzinho, no primeiro caso, tentaria reabrir o processo para que essa pessoa fosse julgada. Talvez voltasse a Terra de pernas para baixo para descobrir provas, até porque se me vingasse matando-o, seria eu a ir para à cadeia para o resto da vida, portanto de nada me valia. No segundo caso, também não mataria. Concordo com a eutanásia mas de forma assistida. Não conseguiria viver com a culpa de ter sido "a mão" que conduziu alguém à morte. Mas são situações-limite e, por isso mesmo, de dificilima resposta ;-) beijinhos e bom fds

ELA disse...

Ai mulher...pergunta complicada!!!:)


mas Sim e Sim..

Um beijo grandeee,bom f.d.semana

Crystalzinho disse...

Noivo, sõe é intuitivas percebem quando alguma coisa não está bem contada.
Bjs

Crystalzinho disse...

Pontos, eu também acho que não conseguiria ser essa mão mas compreendo a eutanásia. Ver uma pessoa que amamos a perder a dignidade é terrivel e um grande sofrimento para todo.
Bjs

Crystalzinho disse...

Ela, obrigada pela tus presença. Volta sempre. Bom fim de semana

Lua de papel disse...

este é um assunto muito complicado para mim, mas como acredito na justiça divina e que nada acontece por acaso, provavelmente não fazia nenhuma das coisas
mas como diz o sem sono "nunca digas desta agua não beberei"
bjs

noivo disse...

Concordo! :) E olha, após ponderar... penso que seria não para ambas. Se fosse a emoção a comandar a nossa vida em vez da razão....

Aninhas disse...

Credo....
Que perguntas....

Suponho que sim e sim.

Mas nada de começar a extrapolar resultados, porque as situações devem estar devidamente contextualizadas. Não é só sim ou não...

;)

Crystalzinho disse...

Lua, eu também confio na justiça divina mas por vezes é tão dificil de compreende-la.
Bjs

Crystalzinho disse...

Noivo, será que seria bom serf a emoção a comandar a nossa vida? E se for a razão, também não perderemos grandes momentos?
Lá estou eu com as minhas perguntas??
Deve ser trauma!!
Bjs

Crystalzinho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Crystalzinho disse...

Aninhas, está bem, não vou extrapolar os resultados, vou convidar alguns analistas politicos para tirarem os devidos dividendos de todas estas opiniões... o que achas?
Bjs

Maria Strüder disse...

Não sou vingativa, e quanto à questão do veneno só passando pela situação mas sou alguém esperançoso e também sou uma cócó e não teria coragem.
Mas só passando por elas é que nos descobrimos né

Noivo disse...

Em ambas se perde! Mas não dizem que os loucos são mais felizes?

eu mesma! disse...

Obvio que me vingava, pelo menos tentaria vingar-me...
Quanto à outra, se fosse mãe dela não dava, porque enquanto há vida há esperança... e não conseguiria fazer com que uma pessoa que me era tão próxima morresse mesmo que fosse para aliviar a sua dor

Crystalzinho disse...

Maria, eu também acho que só passando pelas coisas sabemos o que faremos.
Bjs

Crystalzinho disse...

Noivo, será que são?
Bjs

Crystalzinho disse...

Eu mesma, é uma decisão nada fácil!!
Bjs

xistosa disse...

Obrigada pela visita!
O chá e os natas, estavam a contento?
Não sou apreciador de doces, só GELADOS e muitos!
Há anos, procurei a perpectuação da matança dos Távoras, pois o meu pai foi nato e criado aí em Belém e falou-me da "política da terra salgada". O GPS, vindo do céu, salvar-me à!

A eutanásia, é uma forma de debelar uma doença!
Não um paliativo ardiloso duma qualquer receita!
Coragem ?
Cumprir simplesmente o que a vida nos deveria reservar.
Vivê-la com dignidade e não na inércia dum vegetal. (Até estes poderão ter mais liberdade de movimentos!)
Pode parecer um murro no estômago, mas teria a coragem daquele LOULETANO, impotente perante a Alzheimer, da mulher!
Porquê o aborto e não a morte assistida ?

Crystalzinho disse...

Xistosa, o chá estava óptimo! Gostei muito.
Para mim podevem vir os gelados e os doces também! Cá está o pecado da Gula!! Como vês também gosto de pecados e de um bom vinho.

Compartilho a tua opinião, só devemos continuar vivos se estivermos, verdadeiramente, "vivos"... mas isso é muito polémico! Devemos aceitar o nosso destino da maneira como ele se nos apresenta! Mas será mesmo assim?
Percebo bem a atitude tomada pelo Louletano e acho que, nessas circunstâncias, tomaria a mesma.

Volta sempre para tomar um chá comigo,

Bjs